LUTO - Tatiana Monteiro

sexta-feira, 9 de abril de 2010


Tá muito dificil conviver com a ausência da nossa amada @tati_monteiro,saudades demais...

Te amo muito minha irmazinha e quero homenageá-la com um de seus post no A&C.

Clique aqui pro post original

Porque pessoas importantes devem viver grandes amores e nunca devem ficar sem eles!

Por Tatiana Monteiro em Devaneio digital


Em meio a devaneios que tenho em meu PC (são inúmeros, é verdade) sempre cruzo com frases escritas no meio de algum texto e que me levam a fazer outros textos…

Por esses dias andei me questionando sobre o tema mais batido, discutido e escrito do mundo: o amor. E passeando pelo meu PC enquanto atualizava alguns arquivos deparei-me com a frase do subtítulo no meio de uma de minhas leituras diárias.

O amor é livre e como já li diversas vezes no meio de tantos lugares uma frase que diz: todas as coisas que amo eu as deixo livres; se voltarem é porque as conquistei; se não voltarem é porque nunca as tive.

Sim, o amor é livre, ele precisa de liberdade para ser exercido em sua plenitude. Um ser pleno e capaz de amar é aquele que dá sem pensar em receber algo em troca, a reciprocidade é algo que vem com o tempo, totalmente sem imposição. É o olhar cúmplice do sorriso e é o sorriso que faz o coração se acelerar com o toque na pele.

Para a paixão a distância soa como muros gigantescos; para o amor a distância são simples rodapés.

Já vivi amores distantes, já vivi paixões inconstantes e depois de muito tempo é que fui notar a diferença entre eles e o quanto eu estava me posicionando erradamente sobre algumas questões vividas. A inconstância anda de mãos dadas com a insegurança que logo nos faz questionar sobre o sentimento que outrem nos nutre.

O amor é pleno, ele confia, nada pede e se entrega mais de alma do que de corpo. O corpo pede, dá sinal, mas é o coração quem bate forte e faz o sangue circular sendo bombeado mais rapidamente por esse músculo involuntário que está levemente inclinado à esquerda de nosso peito e é quando nosso peito inflamado traz amores.

A paixão desconcerta, desconcentra, faz perder as pernas e muitas vezes o bom senso. Saímos de um consenso e entramos no submundo inconsciente do cérebro em que age pelo impulso e nos faz perder o prumo e a bússola de nossa própria vida. Vivemos em razão de um outro e nos esquecemos de nós mesmos, aí já é o ego inflado que ensurdece e faz ensurdecer nossos atos.

Descobri que amo as pessoas e que amo amar as pessoas que fazem parte da minha vida, mesmo que muitas ignorem minha existência por minha orientação sexual (e essa orientação não muda o caráter de ninguém).

Todas as pessoas são importantes, sim. Todas as pessoas importantes em nossa vida devem viver grandes amores e nunca devem ficar sem eles! Sejam amores de pais e família, amores de irmão, amores de amigo, amores de amor, amores herdados, amores conquistados…

Só nunca se esqueça de que para amar alguém você tem que se amar primeiro, pois o ensinamento de nosso Irmão Maior sempre nos diz: ama teu próximo como a ti mesmo.

Ame e faça sua vida valer a pena, escreva sua própria história sem sangue de mártir, imprima nos corações de quem ama o seu nome com todas as letras e sentimentos possíveis.

Ame! Amar não dói, dói é viver sem amor, sei que desse mal não morrerei e nem você que está aqui lendo este devaneio!

Vou ficando por aqui, queridos amigos, e até a próxima semana!

5 comentários:

Cesar Gonçalves disse...

Amo você #tatuzinha

eu sei o quanto nossa #tatu amava você, o quanto você fazia ela feliz com sua energia e alegria...isso é a melhor herança que podemos ter, as marcas que deixamos e a alegria que plantamos! isso a gente vai ter eternamente da nossa tati!

Amo voce querida e ainda mais agora pois junto o meu amor por você ao que a tati tem por você..conte comigo sempre
Abraço forte

Taty disse...

Lindo, Jeh querida!
Obrigada por compartilhar!!

Super beijo!

Suzana Martins disse...

Florzinha linda, a saudade e o vazio em nossos corações é gigante. Saudade das palavras, dos sorrisos e da alegria da nossa querida Tati.
Linda homenagem!!!
Como disse, conte sempre comigo!!
Beijos flor linda!!!

T@ty disse...

RT - Pode ser estranho... e repetitivo. Mas, essa é a mensagem de coração que quero passar a todos.

Hoje os sentimentos começam a tomar forma saudosa. Um pouquinho por dia... Um pouquinho de cada vez.

De mãos dadas seguiremos para mais uma etapa em nossas vidas.

Força e muita paz para ti amiga.

E para nossa Tati... Muita luz nessa nova fase... nessa nova vida que se iniciou. Uma empreitada que não pode ser acompanhada por nós.
Mas, com certeza nos acompanhará para sempre.

E que assim seja!

Jeh - Muito feliz nesta sua homenagem... lindas palavras!
Tô por aqui...

Bjokas

Fanzine Episódio Cultural disse...

COMO PARTICIPAR NAS EDIÇÕES DO EPISÓDIO CULTURAL?
O Fanzine Episódio Cultural é um jornal bimestral sem fins lucrativos, distribuído gratuitamente no sul de Minas Gerais, São Paulo (capital), Salvador-BA e Rio de Janeiro. Para participar basta enviar um artigo sobre esporte, moda, sociedade, curiosidades, artesanato, artes plásticas, turismo, biografias, livros, curiosidades, folclore, saúde, Teatro, cinema, revistas, fanzines, música, fotografia, mini contos, poemas, etc.
Contato: Carlos (editor)
machadocultural@gmail.com
http://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com
Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=1464676950&ref=profile
VEJA O FANZINE EPISÓDIO CULTURAL NA FEIRA DO LIVRO DE POÇOS DE CALDAS 2011
http://www.feiradolivropocosdecaldas.com.br/


Contatos:
E-mail: machadocultural@gmail.com
MSN: machadocultural@hotmail.com
Twitter: www.twitter.com/episodiocultura
Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=1464676950&ref=profile
Myspace: www.myspace.com/tarokid2003
Blog: http://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com
Orkut: Carlos Roberto (Episódio Cultural)
Skype: tarokid18
Sobre o poeta e editor Carlos Robero de Souza:

1964: Nasce em Machado-MG
1966: Muda-se para São Paulo/SP, onde surge sua paixão pelo Cinema.
1995: Retorna para Machado, passando a pesquisar a trajetória do Cinema local.
2005: Edita a Revista do Cinema Machadense (1911-2005)
2006: Compõe três letras gravadas pela banda finlandesa “Força Macabra”
2008: Lança o livro “O Anjo e a Tempestade” sob o pseudônimo Agamenon Troyan.
2008: Edita o Fanzine Episódio Cultural
2009: Edita o Jornal Ciclone
2010: Novo membro da Academia Machadense de Letras
2010: Destaque do ano (Troféu Carlos Drummond de Andrade”/Itabira-MG)

Vídeos

Revista do Cinema Machadense; pela TV Alterosa (SBT)
http://www.youtube.com/watch?v=msoR2iUr-8M

Livro “O Anjo e a Tempestade” e Fanzine Episódio Cultural
http://www.youtube.com/watch?v=5gyGLdnpuvQ

FUI ENTREVISTADO PELO "CARDÁPIO CULTURAL". ACESSEM
http://cardapiocultural.podbean.com/2010/03/12/poetas-e-poesias/ E
CLIQUEM EM “POETAS E POESIAS” PARA OUVI-LA.